Reality Z deu certo?


Recentemente estreou na Netflix a série Reality Z, adaptação brasileira da minissérie de terror britânica "Dead Set", de Charlie Brooker (mesmo criador de Black Mirror). Dirigida por Cláudio Torres, Reality Z retrata a cidade do Rio de Janeiro durante um ataque zumbi, onde o único local seguro é a casa de um reality show de confinamento. 

Confesso que quando li a sinopse não levei muita fé na história (produções sobre zumbis nunca me chamaram atenção...), mas aí, assistindo ao trailer, vi que parecia ser algo bom e bem feito, e, então, decidi começar a assistir! 


A começar, preciso parabenizar a série no quesito atuação! Ela conta com um elenco talentosíssimo que eleva o nível de qualidade de cada cena. Entre as ótimas atuações destaco a de Ana Hartman, como Nina, Luellem de Castro, como Teresa, e Pierre Baitelli, como Robson.
A caracterização e efeitos especiais também me surpreenderam bastante! Aliás, durante toda a temporada, eu só achei algo fake duas vezes, mas nenhuma delas tem relação com esses fatores. (Acho que quem já assistiu vai saber de quais partes eu tô falando 😝)


Uma coisa que me incomodou um pouco foi a trilha sonora durante as cenas de ataque. Sei que utilizar músicas calmas durante cenas de briga e descontrole é um recurso bastante comum, mas não curti essa escolha dessa vez. 

É difícil falar sobre a trama sem dar spoiler, porque esse é o tipo de série que o efeito surpresa é fundamental e é o que emociona, então não vou te tirar isso, você precisa assistir! E se você ainda estava indecisa, te digo que sim, vale a pena! Definitivamente foi uma aposta que deu certo!

Pra finalizar, quero destacar o quanto eu achei genial a forma que foi escrita a cena final, porque ela corresponde às duas possíveis reações do público: sendo uma série bem aceita, deixa margem para uma segunda temporada, e não sendo, ainda assim a história possui um ótimo desfecho.

Você já assistiu a Reality Z? O que achou da série?


2 comentários:

  1. Eu também amei a série, confesso que comecei a assistir sem nenhuma expectativa, mas a partir do 2° ep os próprios personagens te envolvem. Fora que, eles pegaram um programa que é muito assistido no Brasil, que é o BBB e misturaram com zumbis. Achei interessante. Vale a pena assistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, dá pra comparar tudo com o BBB! O confessionário virou o oráculo e o Boninho é Zeus hahah

      Excluir

Oi! Me conta o que achou do post! Vou adorar ler sua opinião! :)