| O lixo e a Lua

Anoiteceu lá fora
e aqui dentro também

virou breu tudo em mim
o que era rosa 'inda agora
murchou no jardim

chove minha alma
molhando a casa vazia
limpando todo a poeira
de algo que nem mais existia

lixo acumulado
varrido pra debaixo da cama
esconderijo de "fins" mal escritos
que resolveram, então, vir à tona

faxina de mágoas guardadas...
quanto tempo será que demora?
um poema inteiro?
uma noite fria?
"alivia tudo em ti:
s ó   c h o r a."

olhei da janela
o mundo parece o mesmo lá fora
engano meu
a gente não sabe mesmo de nada

mal percebi que
no seu canto quietinha
se sentindo sozinha
a Lua também chorava.




Espero que tenha gostado do texto! :) Me conta aqui nos comentários! Ah, pra ler todos os outros que eu já postei aqui no blog é só clicar aqui
Um beijo e até o próximo post!
Tchaaau!




0 comentários:

Postar um comentário

Oi! Me conta o que achou do post! Vou adorar ler sua opinião! :)