| 6 curta-metragens que eu adoro!

 Oi! Quantos curta-metragens você assistiu em toda a sua vida? Eu nunca tinha assistido NENHUM até ano passado, quando fiz o meu cadastro no Filmow. Foi aí que eu pude conhecer, além de muitos filmes legais (e que eu nem sabia que existiam), produções que até então não tinha o menor hábito de ver: os curta-metragens.
 De cara já marquei um mooonte com a opção "quero ver" e, desde então, tenho assistido vários. A vantagem é que eles são muito menores que um filme, então dá pra assistir muitos em um dia só. Por isso, hoje, vim indicar 6 curta-metragens (os meus preferidos até agora) pra você assistir quando bater aquele tédio! hahaha
   
   Ah, lembrando que este post é um complemento do vídeo novo lá do canal (você já conhece o canal? ^.^ haha) no qual indiquei 3 dos curtas que estão aqui no post. Então, caso queiram assistir essas primeiras indicações ao invés de ler, é só dá play:




Alma
Alma (2009) é um curta aparentemente fofo, mas que fala sobre algo bem importante: a indústria do consumo infantil, e como o mercado influencia e absorve as crianças, deixando-as fascinadas por seus produtos e totalmente alienadas. Dirigido por Rodrigo Blass, em Alma, uma garotinha é atraída para uma loja de brinquedos ao ver uma boneco idêntico a ela na vitrine, sem saber as reais intenções daquele lugar. 


Eu Não Quero Voltar Sozinho
 Lançada em 2010, a produção de Daniel Ribeiro deu origem, três anos depois, ao longa Hoje eu Quero Voltar Sozinho (falei sobre ele aqui). Ambos contam a vida de Leo, um jovem cego que, no auge da adolescência, precisa lidar com a busca pela independência e a descoberta do primeiro amor. O curta, assim como o filme, tem uma abordagem muito singela e trata temas muito presentes na juventude de maneira muito natural. É interessante assistir tanto o curta quanto o longa-metragem, pra perceber a evolução dos personagens e do enredo em si. Adianto que essa história se tornou umas das minhas favoritas! Ela é linda e eu acho que o mundo inteiro deveria conhecer.


Erro 404
 Lançado em setembro de 2015, Erro 404 retrata o arrependimento de Ítalo que, ao chegar do enterro do irmão mais novo, começa a repensar nas suas prioridades e rever valores antes deixados de lado. O curta nos faz perceber o quanto as novas tecnologias tem, cada vez mais, nos afastado das pessoas mais próximas e mais importantes para a gente. Quanto tempo está sendo desperdiçado enquanto nos transformamos em verdadeiras ilhas, vivendo, cada um, em seu próprio mundo, o tempo inteiro.


Estou Aqui
 I'm Here (2010) conta a história de um robô bibliotecário, triste, metódico e solitário, que vê sua vida ganhar cor ao conhecer uma robô totalmente livre e aventureira. A produção de Spike Jonze aborda os limites do amor, e o quanto uma pessoa é capaz de se doar em uma relação. Nos comentários do vídeo, no youtube, vi muita gente comentando que a história é o exemplo do verdadeiro amor: ser capaz de fazer qualquer coisa pela pessoa. Eu realmente acredito que quem ama faz de tudo pela outra pessoa, mas há limites.  A começar achei que a protagonista foi absurdamente egoísta e, em contrapartida, o personagem principal, ao se mostrar capaz de qualquer esforço pela mulher que ama, acabou perdendo o mais importante: o amor próprio. Ele se perdeu de si, literalmente. Acho que amor é se doar ao outro sim, mas sem prejudicar a si. Amar é um bem recíproco. Eu amei a ideia de recriar uma Los Angeles onde humanos e robôs convivem, o curta é, de fato, MUITO bom, bastante sensível e comovente, mas, ao meu ver, sua mensagem não é "que linda história de amor!" e sim "não deixe o amor te adoecer".  Assistam também e depois voltem aqui pra contar qual foi a visão de vocês!


Café com Leite
 Café com Leite, assim como Eu Não Quero Voltar Sozinho, também é uma produção brasileira. Lançado em 2007, o curta conta a história de Danilo, Lucas e Marcos, que, por questões da vida, acabam se tornando uma família. Após a morte da mãe, Danielo e Lucas se veem sozinhos no mundo. Como o irmão mais velho, Danilo se vê o único responsável pelo irmão, precisando mudar todos os planos que tinha para o futuro para dedicar-se a sua criação. Totalmente "café com leite" no quesito "como criar um ser humano" Danilo conta com a ajuda de Marcos, e, assim novos laços familiares são formados, valores são transmitidos e tabus são quebrados.


Love is all you need?
 Das quatro, esta é, sem dúvida alguma, a produção mais intensa e chocante. Love is all you need? foi dirigida por Kim Rocco Shields, e é, basicamente, um tapa na cara do preconceito contra os homossexuais. Conta a história de Ashley, uma jovem que cresce em uma sociedade homossexual, dentro da família perfeita. Filha de duas mães, a menina cresce se achando diferente de todos e, ao se apaixonar por um menino da sua escola, fica cara a cara contra tudo o que já lhe foi ensinado. Diante deste caos interno, seus sentimentos são descobertos e ela se torna vítima de intolerância, ignorância e agressão de todos os lados. De maneira brilhante, o hétero (teoricamente o ser normal) é colocado no papel de minoria, sofrendo todos os ataques e opressões vividas diariamente por quem quer ser apenas si mesmo. Particularmente, achei esta uma ótima sacada para fazer todos entenderem que, se mudarmos a perspectiva, os diferentes e promíscuos são, na verdade, os héteros. O curta retrata a realidade de milhares de pessoas do mundo inteiro. Seu fim é aflitivo e revoltante, mas infelizmente, o mais comum. A mensagem que fica é que tamanho desrespeito, ignorância e intolerância precisa de um basta. Somos todos iguais, e, se você tem o direito de amar, por que o outro não?  

 Então é isso! Espero que tenha gostado das minhas seis indicações! Me conta nos comentários qual (ou quais) você ficou com vontade de ver haha :) Ah, e não esquece de se inscrever no canal, caso tenha gostado do vídeo! 



Um beijo e até o próximo post!
Tchaaau!




2 comentários:

  1. Faz tempo que eu não assisto nem indico curtas no blog.
    Já assisti Eu Não Quero Voltar Sozinho e também adoro o filme e o curta <3
    Te indico "Julie, Agosto,Setembro" e "Alice"

    sushibaiano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah vou procurar esses dois pra assistir! ^.^ obrigada pelas dicas <3
      um beeeijo!

      Excluir

Oi! Me conta o que achou do post! Vou adorar ler sua opinião! :)