| A gente sempre pode mudar...

 A gente sempre pode mudar. De emprego, de faculdade, de profissão. A cor do cabelo, a cor do batom, a cor favorita. Mudar de sonho, mudar os planos, mudar de opinião. Nada é definitivo. E, se é para melhorarmos como pessoa, mudar nunca vai ser algo ruim. Esqueça a inveja, os julgamentos, as fofocas de portão, e não deixa a opinião de quem não tem nada a ver com a sua vida interferir em quem você quer ser.


 Nem sempre é fácil mudar. Às vezes isso envolve outras pessoas. Pessoas que não queremos magoar, porque são importantes pra gente. Mas pense: talvez seja necessário seguir em frente e provar para todas elas que estamos no caminho certo. É fato: toda mudança tem consequências (boas ou ruins, pequenas ou grandes) e vamos ter que arcar com todas elas.
 Mas e daí?
 E daí se você quer pintar o cabelo de roxo, rosa, azul? Ou se você quer raspar a cabeça? E daí se você quer cobrir o braço com tatuagens? Ou se não quer mais ser advogada porque descobriu que sua verdadeira paixão é... sei lá, design gráfico? E daí se você era contra a legalização do aborto e agora é a favor? Você não vai deixar de ser quem você é porque mudou de opinião, de sonho ou de tinta de cabelo. Não vai se tornar alguém sem personalidade por isso. Você pode e deve voltar atrás quando achar necessário. O que você não pode é ficar presa numa imagem ou num estilo de vida que não condiz mais com você só porque as pessoas já se acostumaram a te ver assim. 


 A gente está na idade de formar opinião sobre um milhão de assuntos. E de moldá-las, já que lemos sobre, ouvimos outros pontos de vista, pensamos com a nossa própria cabeça, descobrimos o que realmente acreditamos... E aí nosso primeiro posicionamento pode não ser mais o que a gente defende. 
 Não tenha medo de mudar suas atitudes se elas não condizem mais com o que você pensa e com quem você está se tornando. Estamos nesse mundo pra fazermos o bem, sermos felizes, pensarmos fora da caixa, ampliarmos o olhar sobre o mundo, evoluirmos todos os dias... E ninguém evolui sem sair do lugar.


 Ei, o que achou do texto? Já passou por alguma mudança marcante no seu estilo ou na sua vida? Me conta nos comentários! 

Um beijo e até o próximo post!
Tchaaau!




0 comentários:

Postar um comentário

Oi! Me conta o que achou do post! Vou adorar ler sua opinião! :)